Seção principal

Cuidado com analgésicos!


Segundo os especialistas, tomar suplementos de paracetamol durante a gravidez aumenta em um terço o risco de transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH).

Cerca de metade das mulheres grávidas toma analgésicos prescritos, principalmente contra dores de cabeça. , pode impedir o desenvolvimento normal do cérebro. A Agência Britânica de Seguro de Saúde (NHS) recomenda que as mulheres grávidas usem apenas analgésicos contendo paracetamol para aliviar a dor, mas também pelo menor tempo possível e o mais curto possível. Até o momento, nenhuma anormalidade foi detectada, mas pesquisas recentes sugerem que o paracetamol pode aumentar o risco de hiperatividade neonatal.

Foto: Europress

Durante o estudo, foram observadas mais de 64.000 crianças nascidas na Dinamarca entre 1996 e 2002, com mais da metade das mães relatando ter tomado analgésicos contendo paracetamol durante a gravidez. Estudos demonstraram que essas mães tinham 37% menos filhos com TDAH e precisavam tomar medicamentos para sua condição. O maior risco surgiu do fato de a mãe ter tomado esses medicamentos por seis meses ou mais, e a necessidade de tratamento com medicamentos quase dobrar.
O líder da pesquisa, dr. Zeyan Liew, especialista da Universidade da Califórnia em Los Angeles, disse que são necessárias mais pesquisas para mapear com precisão os efeitos do paracetamol, mas, enquanto isso, todas as mulheres aconselhadas a consultar um médico devem ser consultadas.